16 de abril de 2015

Técnicas de Scrapbooking - Distress

Em scrapbooking, distress significa dar ao papel uma aparência envelhecida ou gasta. E para isso existem várias técnicas. 

Uma delas é usando um objecto cortante (tipo lâmina) para desgastar o papel. Os mais conhecidos são o  "Paper Distresser" da Tonic e o "Distressing Tool" da Prima mas também pode ser usada a tesoura ou até uma lima de unhas. 


*Imagens retiradas da net*

Outra técnica, com um resultado diferente da anterior, é usando tintas (que podem ser as de carimbar ou as Distress Ink da Ranger próprias para isso) e um aplicador (ou esponja de maquilhagem). A ideia é aplicar essa tinta nas margens do papel de forma a dar-lhe o tal aspecto envelhecido.

Pode ser feito com a carimbeira directamente no papel (cuidado quando é nova pois tem muita tinta), usando a esponja ou colocando o papel numa base e aplicando a tinta com a esponja em movimentos circulares sombreando o papel. 

Logo que possa, faço um vídeo demonstrativo ;)

Desta marca há uma grande variedade de cores mas penso que as mais usadas para o distress são as que imitam o aspecto envelhecido (vintage photo, walnut stain, old paper ou antique linen...) e dão ao projecto a aparência vintage de que tanto gostamos.

*Imagem retirada da net*
Eu admito que ainda não sou capaz de envelhecer nem desgastar em demasia os meus trabalhos. Adoro o distress porque acho que confere profundidade ao papel e uniformidade a todo o projecto, mas uso sempre com muita cautela e sem exagero. Quem sabe um dia... :D

1 comentário:

  1. Verdade... acho que o distress dá um acabamento lindo nos trabalhos!!!

    ResponderEliminar